quinta-feira, 9 de junho de 2016

A solidão te pegou e não te deixa

A culpa de tudo é da tua idade. Você já não é o centro das atrações. Você envelheceu e não se conforma com essa tua situação de não mais ser notado por onde for. Se sente só e por isso se cadastrou numa dessas redes sociais de relacionamentos com possibilidades de ter alguém para te notar, e quem sabe, ter alguém para um romance de idoso à distância e desabafos mútuos sobre a vida tendo sido vazia para ambos (risos). Sobre voltar a ser feliz você pensa “a esperança é a última que morre” e você nem percebeu que já faz tempo que ela morreu (risos). Às vezes você se desespera sentindo que a vida está tão chata, tudo perdeu a graça, não se tem mais aonde ir. Mas, você reluta em admitir que já seja tempo de se pegar o “terço” e rezar para “ver” se com ele tuas contrariedades se dissipam (risos). Então, você não sabia que nessa tua fase de agora quase só lhe resta esperar o dia de ir embora? (risos). Até em família você deixou de ser o tal. Filhos, noras e genros tanto conversam entre si e você quase nem consegue ter um aparte para participar. No mais, até desiste por considerar os assuntos deles tão repetitivos, cansativos, sendo os mesmos já “debatidos” por você no passado e voltar a ouvi-los lhe causa incômodo.  Você deixou de ser prazer para ser a obrigação dos teus filhos virem te ver. Quem diria, hein? Uma personalidade como você tendo tanto aprendido na vida e lhe parece que o que aprendeu não serve para mais nada. “Também não servia enquanto você aprendia, mas você não sabia” (risos).  Você sabia que estais na “melhor idade” para as doenças testarem suas maldades? Sei, reclamas de já estar com o “saco cheio” até de cuidar do teu asseio, ainda mais ter de ouvir parentes e amigos entretidos com tanta conversa mole. E pensar que você também ria e muito com isso se divertia. Mas, agora, procure ser contente, pois, se você soubesse o que te espera daqui pra frente... Também não é pra se desesperar em saber que a tua vez vai chegar. Agora que você não é de muita prosa fica ai se martirizando se lembrando de quando a sua vida era cor de rosa. Você já não olha pra tua gente querida como se já fosse a despedida para a sua partida? Como é a sensação de saber de tudo o que vai perder depois de tanto sacrifício para obter? Sei que te passa pela cabeça, mas, nunca irás saber se depois da tua morte você ainda continuará a acontecer. Você vive com aquele “ar” de desiludido, consequência da tua solidão. Isso é comum naqueles despreparados para viver conforme a fase da vida que estão a viver. Decepção, na velhice somos atores sem palco para representar (risos). E no teatro da vida assistimos a tantas ilusões para elas serem agora tardiamente destruídas pela desilusão. Se soubéssemos... Muitas delas teriam sido evitadas e não teríamos sofrido o desencanto quando elas, irreais, nos iludiram tanto. Mas você vivendo agora já próximo de quando seus agoras vão embora, ainda tens tua memória para reviver teus tempos de outrora. Pelo menos antes da morte chegar você ainda tem histórias para contar (risos). Tenha bons sonhos.


                                                                              Altino Olimpio