segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Fim da tarde



Lá fora o sol bate na parede antiga
Enfraquecido do seu calor
Está misturado com o silêncio
Na tarde sem vento e sem movimento
Parece propício para uma cantiga
Sem dolo para este dia em torpor
Num consolo de ser esquecimento
E se estar só no pensamento.
Melhor é viver com os próprios arcanos
Isso se constitui num regozijo
Faz muito bem para o juízo
Ser ausente de seres humanos.
O mundo parece estar parado
Como sendo uma pausa só dele
Ainda a esperar amedrontado
Mais destruição que farão contra com ele.
Na sensibilidade pela tarde tão calma
É o espírito que se acalma
Quando nesse estado amalgama
Os nobres sentimentos da alma.
Na tarde sem ver ruas ou estradas
Só o sol pelas paredes e pelo chão
Reina uma agradável solidão
Livre de qualquer forte emoção
Como estando a mente parada
Distante das encruzilhadas
Das ilusões humanas preparadas
Que sempre acabam em nada
Neste mundo sempre em revolução
Em que nele o homem se acaba
E no egoísmo do que constrói
Ele não recupera o que destrói.
Lá fora na tarde o sol já se esconde
O dia morre para o nascer da noite
A claridade se troca pelo escuro
Os pensamentos foram divagações
Tudo foi apenas entretenimento
Foram outros momentos improdutivos
De quem adulto se pensa preocupado
Ao invés de se saber numa hipnose
Consequente pela perda da pureza
Da ingenuidade e indiferença da infância.

Comportamentos indesejáveis entre seres humanos


 De a todas as pessoas seus ouvidos, mas a poucas a sua voz.
William Shakespeare
Esse conselho é para a minoria de pessoas que levam a vida a sério. A maioria só vive a falar e a falar e nada mais. A maioria é daquelas pessoas atraídas pelas redundâncias e pelas trivialidades. A minoria não deve falar sobre temas que a maioria não assimila. Então para a maioria só se deve dar os ouvidos e pouca voz.

É difícil viver com as pessoas porque calar é muito difícil.
Friedrich Nietzsche
Que verdade, não? Muitas pessoas estão sempre a tagarelar sem se importar com o que dizem e sem se preocupar se para outras pessoas o que dizem merece atenção.

As pessoas comuns pensam apenas como passar o tempo. Uma pessoa inteligente tenta usar o tempo.
Arthur Schopenhauer
A diferença entre as pessoas comuns e as pessoas inteligentes está em como o tempo para as primeiras passa sem elas nada contribuir para a sociedade e para as segundas o tempo mais é utilizado para evoluir suas mentes. Mas, resumindo, pessoas comuns e pessoas inteligentes estão no mesmo trajeto. Ambas, o tempo com o tempo a passar as destrói.

O tempo é o único capital das pessoas que têm como fortuna apenas a sua inteligência. 
Honoré de Balzac
Pessoas inteligentes utilizam-se do tempo para seus aprimoramentos mentais enquanto outras desperdiçam os seus para o seu suceder material. São opostos que não se associam intimamente. As primeiras e as segundas nada de comum têm entre si.  

Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas... Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia.
Friedrich Nietzsche
Solidão não é apenas sofrimento. Ela é desejada por aqueles que buscam isolamento para ficarem apenas com seus pensamentos. Hoje em dia está cada vez mais difícil buscar a solidão, pois, constantemente sofremos interferências. Pior quando temos que ficar a mercê de outros com suas insignificâncias.

Não esqueças que os estranhos são amigos que ainda não conheces.
Abraham Lincoln
Tem gente de poucas amizades não querendo outras e nem imaginam que estranhos possam ser melhores do que suas amizades atuais.

A pior solidão que existe é darmo-nos conta de que as pessoas são idiotas.
Gonzalo Torrente Ballester
É, tem gente que se fecha em seu mundo particular pensando-se superior aos demais vivendo com desprezo pelos outros. Quando existe a superioridade ela tem que estar aliada com a humildade e assim evita a solidão provocada pelo egoísmo.

Se liberdade significa alguma coisa, será, sobretudo, o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir.
George Orwell
São raros aqueles que dizem o que pensam de desagrado contra as pessoas que merecem ouvir. No mais, a maioria das pessoas é hipócrita, pois, elas até sorriem diante de outras que as perturbam com conversas inúteis. Liberdade para dizer o que se pensa... Nem pensar.

Bebo para tornar as outras pessoas interessantes.
George Jean Nathan
A bebida às vezes torna isso possível. Podemos estar num lugar onde nada nos agrada, principalmente as pessoas, mas, basta um trago de álcool para o ambiente ficar agradável e agradáveis também as pessoas antes intoleráveis.

Ideal seria que todas as pessoas soubessem amar, o tanto que sabem fingir.
Bob Marley
Sempre percebemos em muitas pessoas seus amores manifestados por outras, mas, basta um desacordo entre para seus amores morrerem. Isso é constante na sociedade. Melhor seria as pessoas conterem suas palavras carinhosas para com as outras para não ter que desmentirem-se depois quando o amor por elas se desfaz.

A raiva é um veneno que bebemos esperando que os outros morram.
William Shakespeare
Podemos sentir raiva de alguém sem ele saber. Sendo assim o veneno fica apenas em nós mesmos.

Um homem é tão grande quanto às coisas que o deixam com raiva.
Winston Churchill
Se o homem soubesse o quanto ele é pequeno, não se deixaria dominar pela raiva por coisas tão pequenas. Alguns por raiva amaldiçoam quase tudo o que lhes desagrada.

Eu não teria que controlar minha raiva se as pessoas aprendessem a controlar sua estupidez.
Anônimo
Queiramos ou não, a estupidez humana está avançando sem limites. Isso dificulta o amor ao próximo. Este está sendo preciso substituí-lo pela tolerância, o que já é uma tortura. Viver só tendo que tolerar não é viver, é tentar sobreviver diante da estupidez de muitos evitando se tornar estúpido também.

Que mundo! Poderia ser maravilhoso se não fossem as pessoas.
Woody Allen
Muita gente, hoje, vive decepcionada com a humanidade e não é pra menos. Embrutecida, ela com seus delírios e com suas loucuras a todos perturba. A paz entre os homens está se transformando em um artigo de luxo. O desentendimento humano está sendo quase global. O massacre tecnológico tem conturbado a mente de milhões de pessoas. A simplicidade já não encontra guarida no viver comum.

                                                                                                    Altino Olimpio



.




.


  



quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Passeata invisível


Então, dia quinze de novembro de dois mil e quatorze, feriado, houve uma passeata favorável ao rumo político do nosso governo e a Mídia nada divulgou nada televisionou? Procurei em todos os canais de televisão e, nada. Apelei até ao programa do Datena da TV Bandeirantes, pois, ele como é muito macho (até parece) não deixaria os seus telespectadores desinformados sobre a passeata. Mas, qual o que, nem ele a transmitiu em seu programa. O helicóptero utilizado para gravar imagens do alto, talvez estivesse deslocado para outros lugares por onde não houve passeata e por isso nada gravou dela. Se bem que, gravar enchentes é mais importante. Lá de Brasília, também, ninguém ficou sabendo da passeata, pois, como escrito acima, a Mídia nada divulgou, ela que não tem o “rabo preso” e freneticamente é favorável à liberdade de expressão. O povo nas ruas só esteve manifestando sua gratidão pelos acertos da política governamental, inclusive, ausente de corrupção. Quanto à Mídia é preciso considerar que, televisionar a passeata prejudicaria muito sua programação diária, como, noticiários sobre o futebol e principalmente as novelas que é o melhor meio de instrução da elite brasileira. Por essas e outras, a passeata foi mesmo só um passeio feliz.

                                                                                                          Altino Olimpio  



                                                                                                     


Obras do Metrô supervisionada do além


Nicolas Maduro da Venezuela parece que ainda está verde. O homem ainda não amadureceu para as realidades da vida. Ele acredita em fantasmas. Então né (risos) conforme relatado na brasileira Revista Veja, ele falou sobre e até exibiu uma foto de um fantasma visto nas escavações do metrô. “Caracas”, e ele disse que o fantasma é do Hugo Chaves, seu antecessor. O “mais duro” é que ele acredita mesmo na aparição do outro mundo. O “crer para ver” sempre funciona nas mentes impressionáveis, principalmente nos já maduros em converter abstrações em realidades. Alguns governantes gostam de agradar o povo quando falam sobre as mesmas tendências dele, como, religião, Deus e etc. mesmo em nada acreditando sobre o que falam ou ouvem. O Fidel Castro é professor nisso. Aqui no Brasil várias vezes já ouvi candidatos a algum cargo público dizerem: se Deus quiser serei eleito, se for da vontade de Deus... E assim caminha a humanidade, com Deus por todos os lados e até, como querem, envolvido com política, reduto este de tantas sacanagens. Voltando a aparição nas escavações do metrô de Caracas, pelo mundo todo, cientistas nunca conseguiram comprovar a realidade de tais “fenômenos” existentes além da fronteira divisora “existente” entre os vivos e os mortos ou entre a realidade e a irrealidade. É preciso ser muito “maduro” para desprezar a descrença dos cientistas. Entretanto, se foi mesmo verídica a aparição do espírito do Hugo Chaves, conforme dito acima, então, não pode ser “chaveco”.

                                                                                                        Altino Olimpio   





"Dez armamentos" só para bandidos


 --Você viu o que fizeram contra nós?
--Não! O que fizeram de errado que nos prejudique?
--Você é devagar, não? Não sabe que agora é proibido possuir arma de fogo?
--Isso pra mim é novidade. Não acredito nesse absurdo.
--Como não? É uma lei que foi aprovada.
--Xi cara, você acredita em tudo o que ouve. Isso é mentira. Duvido que algum político tenha votado a favor dessa lei. Jamais os políticos nos deixariam desprotegidos dos bandidos que infestam este nosso país. Seria ignorância e mesmo maldade de algum legislativo ser a favor dessa insensatez.
--Você não assiste noticiário da televisão? É proibido sim termos armas de fogo mesmo que só a tenhamos dentro de casa.
--Vá, vá, vá! Além de bobo você acredita mesmo que não se pode ter arma em casa? Mas, se na tua entra um bandido, como você vai se defender? Soube de um senhor de oitenta anos que afugentou dois bandidos de sua casa dando uns tirinhos com um revolver calibre trinta e dois e ele foi muito elogiado pelas nossas autoridades, até uma festa alguns integrantes dos Direitos Humanos fizeram em homenagem a ele.
--Isso é que é mentira. O velho foi detido e até lavraram um boletim de ocorrência contra ele, porque, ele possuía um revolver calibre trinta e dois em casa. Se houve algum erro teria sido, porque foram deter o velho à noite e isso agora é contra a lei.
--Caramba! Você não é deste mundo. Quer dizer que agora ninguém pode ser preso durante a noite? Olha, vou falar com alguém da sua família, pois, você precisa ser internado urgentemente para se curar desses teus desvarios.
--Você é mesmo mal informado. Então não sabe que nossos senadores recusaram uma proposta para diminuir a maioridade penal?
--Isso eu sei e eles estavam corretíssimos quando recusaram tal proposta ou projeto. Você é que está mal informado. Como tanto ouço falar, você acredita mesmo que algum menor de dezoito anos de idade cometa crueldade contra alguém? Claro que não! Os ainda menores de idade estão na época de se envolverem com namoradinhas. Jamais iriam roubar alguém ou mesmo assassinar. A Mídia é mentirosa. Sei que acontece, às vezes, de algum menor acidentalmente matar alguém. Mas, não há o que temer, porque, temos os Direitos Humanos sempre de prontidão para proteger qualquer vítima que possa existir.
--Não dá mais pra conversar com você. Você é que está precisando se internar num manicômio. Você está sofrendo de distorção de valores. Isso é grave.
--Você é que é tonto se preocupando com trivialidades. Escuta, o próximo Big Brother da Globo está chegando. Não vou deixar de assistir por nada deste mundo e você deveria assistir também, pelo menos, para se instruir melhor.
--Credo, isso foi demais. Estou indo e até nunca mais.
--Nossa! Que cara grosso. E eu pensei que ele ainda fosse meu amigo.

                                                                                                              Altino Olimpio



Brasil campeão de miscigenação

                                                                                                                                                                    Assisti a um vídeo muito interessante ou preocupante e “bota preocupante” nisso. No vídeo aparece o Deputado Onyx Lorenzoni (RS). Abaixo está transcrito tudo o que ele relatou no vídeo:

Os Democratas vão ingressar com um requerimento na Comissão de Segurança Pública na próxima semana (o que já deve ter ocorrido) para convocar o Ministro de Relações Exteriores do Brasil, o Ministro Luiz Alberto Figueiredo pra que ele explique o documento emitido pelo ministério que data de sete de maio deste ano aonde ele retira a consulta prévia para concessão de vistos, ou seja, o visto é concedido imediatamente no momento de sua solicitação para os nacionais do Afeganistão, Irã, Iraque, Jordânia, Líbano, Líbia, Palestina, Paquistão e Síria.
Os democratas exigirão a presença do ministro aqui no parlamento brasileiro para explicar quais são os reais motivos, qual é o motivo pra que (se abra) as fronteiras brasileiras para países que tem na sua área nacional a influência, o preparo e a formação de terroristas de organismos que tem essa periculosidade que eu acabei de citar. Portanto, nós vamos querer trazer à Comissão de Segurança da Câmara o Ministro das Relações Exteriores para explicar porque o Brasil vai facilitar a obtenção e simplificar a obtenção de vistos para pessoas que vem de áreas de forte influência de organizações terroristas. Isso no mínimo é um risco desnecessário e beira a irresponsabilidade do Ministro das Relações Exteriores.

Existe um deputado muito inteligente que se formou na Faculdade Big Brother Brasil e ele é favorável ao ensino islâmico nas escolas. Muito interessante, mas, nem o nosso idioma, muitos não conseguem aprender. Barbaridade! Bem disse aquele general da França “esse país não é muito sério”. Ele se referiu às falcatruas monetárias, mas, sobre os nossos representantes, se ele tivesse sabido como alguns são tão coniventes com resoluções contrárias ao povo deste país, ele teria dito “esses brasileiros são um caso muito sério”. Por aqui temos o Movimento Sem Terra, temos os Sem Teto, Temos milhares de médicos cubanos, muitos refugiados árabes já estão por aqui, todos que poderão ser movimentos contra os “desmovimentados”... O povo daqui está desarmado e também sucumbindo aos ataques do futebol, da cerveja, da televisão, do telefone celular e do Facebook. Como somos tão ocupados nós fugimos de qualquer briguinha. Nossa esperança são os nossos jovens, pois, dominam bem o idioma inglês. Pronunciam bem Word, speedy, downloads, player, reader, Google, webmail, wifi, blogger e etc. Com referência ao islamismo será fácil para os jovens já ingleisados aprenderem.

Quanto ao deputado acima que expôs o receio da vinda de terroristas para cá, não fiquei sabendo se o ministro em questão veio ou foi até ao parlamento brasileiro se explicar da sua ministrada de abertura para qualquer um vir para o Brasil. Ô meu Maomé do céu o Senhor poderia parar o mundo para eu desembarcar. Existe algum lugar no universo onde só tenha bichos. Se existir é pra lá que eu quero ir. Enjoei dos animais daqui.

                                                                                                       Altino Olimpio

                                                                                       




  







Bronca da amiga

Altino, cá entre nós, você acredita no que escreve? (Sylvia)

Se acredito no que escrevo? Não, sempre minto pra mim mesmo. Entretanto, se o que escrevo serve para reflexão de alguns, então, algo de bom ou ruim estou fazendo. Mas, amiga, de uma lida no David Hume e começará a ver as coisas com outros olhos. "O empirismo lógico consiste na afirmação de que as palavras só têm significado na medida em que se referem a fatos concretos. Daí decorre a eliminação de todos os conceitos da metafísica, pois estes pretendem referir-se a realidades exteriores ao sujeito pensante, sem qualquer traço de experiência sensível". David Hume nasceu na Escócia em 1711. Fica zangada, não (risos)

Pergunto, pois, você podia escrever essas baboseiras só para provocar as pessoas, talvez. (e eu sei como você sabe provocar)
 Leia também Werne Heinsenberg, Amit Goswani, Osny Ramos e outros físicos quânticos, ESTUDE MECÂNICA QUÂNTICA, (ouça palestras do professo Helio Couto e de outros), que já comprovou em laboratório por inúmeras vezes como funciona a mente de Deus, como funciona a nossa, o poder de co criadores que temos e como funcionam as leis do universo às quais estamos sujeitos, sem privilégios nem castigos. Como somos criadores da nossa realidade, portanto, não cabe a Deus ou o todo ou o vácuo quântico, como dizem os cientistas resolver por nós.
Não fico zangada, eu estou é cansada dessa conversa infantilizada, se Deus existe, porque nascemos, pra onde vamos quando morremos etc, etc... Quando a física, a ciência, eu não falo religião, já provaram a existência dos multiuniversos, o que chamo de dimensões, já provaram a existência do espírito ocupando todos os níveis de dimensões, já relatam há dois séculos a experiência da dupla fenda, que prova que nós é que comandados os elétrons, é o nosso desejo, a nossa vontade que faz movimentar o mundo quântico, o quanto temos que nos libertar dos paradigmas, do ego.
Não tenho mais paciência pra filosofias baratas, já saí dessa há milênios...
Tem dois tipos de gente que não gosto, as fanáticas e as céticas, ambas acabam ironizando tudo, não levando nada a sério, a primeira por ignorância, a segunda por comodismo ou teimosia. Saia da zona de conforto e vá vislumbrar outros conhecimentos porque os que você acessa está há anos luz de atraso.
Leve a mal não, mas, uma das coisas que não tenho mais paciência é de dourar a pílula, ando falando demais...
Não estou me colocando nem acima nem abaixo de você, intelectualmente, longe de eu tecer qualquer tipo de julgamento, apenas, vejo que transitamos em frequências muito diferentes. É uma pena... (Sylvia)

Pra começar tenho alguns livros sobre esses temas que aludiu. Tenho o livro "O Universo Autoconsciente" do Amit Goswami e outros. Pena que não me lembro agora de todos os nomes dos cientistas envolvido nessas questões, são vários que muito admiro. Mas, mas, escrever sobre esses assuntos não me encontro capacitado e minha terminologia de leigo deixaria muito a desejar. Também, ah lembrei-me agora do brasileiro Marcelo Gleiser, já o li também. Também, como ia "dizendo", se atualmente muitas pessoas nem conseguem entender um texto simples, como iriam interpretar temas sobre a mecânica quântica? Eu, como você, estou com o saco cheio de ouvir tanta baboseira que não se encaixam na realidade e por isso, às vezes, algumas crônicas são mesmo para provocação, como foi essa última. Inclusive li-a no programa de rádio para os ouvintes, para eles, se quisessem me contradizer, mas, tal não aconteceu. É pena ser raro os que comentam sobre os textos que lêem. Se a maioria fosse como você, bem que eu gostaria, porque, dos comentários sempre pode surgir algo para minhas reflexões. Quanto aos acessos que você diz estarem anos luz de atraso, pra você podem estar, mas, não para a maioria dos leitores que nem leitores são e por isso desconhecem muitos daqueles que escreveram seus conceitos lá no passado. 

“sem experiência sensível“  tudo o que falo já foi comprovado.
 Não saio dando tiro no escuro. (Sylvia)

Intão né? Num dia tão distante acordei com um nome na mente: David Hume. Quem seria ele? Alguma vez já ouvira esse nome ou o tenha lido em algum livro? Não me lembrava. Então o chamei no Google e lá estava ele. Alguns dias se passaram e estando eu na cidade dando bandola pra cá e pra lá, fui me distrair num sebo. E não é que lá vi um livro dele e claro que o comprei. Assim que recebi tua resposta à minha crônica eu o estava relendo, pois, anos se passaram de quando o li pela primeira vez. Ao responder ao teu primeiro comentário-pergunta, aproveitei para te enviar um parágrafo do livro e pelo que senti, fui infeliz com essa idéia. Foi um tiro no escuro e acertou em você (risos).

Ah, então escreveu para provocar mesmo... Eu não me engano.
Você não é tão cético assim, Altino, é contestador.
Pena não conversarmos mais sobre o assunto, procure entender o que é o “colapso da função de onda”, do Sherodinger (nunca sei escrever o nome corretamente), quando conseguir dominar a técnica, que não depende de inteligência e sim de “sentimento”,  sua vida dará uma volta de 360 graus e sua consciência se expandirá. (Sylvia)

                                                                                                                 Altino Olimpio