sábado, 26 de maio de 2012

Pobres e ricos

Por que será que existem pobres e ricos? O leitor não sabe? Mas deveria saber. Ambos, pobres e ricos mantêm a existência da humanidade. Os pobres efetuam os trabalhos que seriam humilhantes para os ricos. Imaginem quantas profissões existem e elas são apenas para os pobres. Por outro lado os ricos sustentam as profissões deles. Sem os ricos muitas profissões não existiriam. Se todos fossem ricos a humanidade poderia estagnar. Eles não iriam querer ser trabalhadores braçais, pedreiros, lixeiros, bombeiros, policiais, escriturários, colonos nas fazendas, carteiros, mecânicos, professor e etc. Os ricos não iriam querer ainda no escuro embarcar no primeiro trem ou primeiro ônibus para irem ao trabalho e voltarem cansados à noite. Para isso é preciso existir os pobres. Estes se contentam com o pouco que ganham e ainda se orgulham quando são elogiados por serem honestos e trabalhadores. Se todos fossem pobres a humanidade também estancaria. Claro, quem iria trabalhar se ninguém teria dinheiro para pagar? Qual o pobre que iria trabalhar para pobre? Pobre trabalha para rico, mas, rico não trabalha para pobre. Entretanto, ricos não poderiam ser ricos sem a existência dos pobres. Em sua maioria os pobres precisam dos ricos mesmo para continuar a ser pobres. Pergunta: Por que mais os pobres se multiplicam para seus filhos também serem pobres a trabalharem para os ricos? Já sei a resposta. É porque Jesus preferia conviver com pessoas simples e humildes e estes é que herdarão o céu. É mais fácil um camelo passar pelo buraquinho de uma agulha do que um rico ir para o céu. Vamos parar por aqui, porque, não é bom perturbar os adormecidos e os despertos por serem mais espertos querem os adormecidos, adormecidos. Continuemos irmãos, sendo pobres ricos com cerveja, drogas, futebol, bailes, carnaval, novela, religião, Copa do Mundo, Olimpíadas, política, corrupção, sexo, violência e tudo o mais desses nossos cotidianos repletos de distrações e emoções. Entretanto, mesmo sendo pobres podemos ser ricos de espírito, mas, não sei pra que serve isso.

Altino Olimpio